E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Tudo sobre o acesso em banda larga tmn

E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor jventura em Terça 19-05-2009 0:17

Caros,

aconteceu-me que adquiri um portátil e-escolas que após cerca de 2 semanas foi-me furtado, tendo inclusivamente ficado sem a placa de acesso TMN. Desloquei-me à GNR ao qual passaram uma certidão que utilizei para dar "baixa" da placa e do cartão associado. A questão é que agora tenho 36 meses de fidelização pela frente e nem portátil nem placa de acesso!
Claro que tal situação é indesejável, e a única alternativa que a TMN "gentilmente" me acedeu foi com a compra de uma nova placa de acesso (90€ a meu cargo) e a oferta inteiramente grátis de uma segunda via do cartão (uau!).. Computador? É para esquecer.. :rant:

Como não tenho sangue de barata, predispus-me a pagar novamente os 150€ para readquirir novo portátil e associar o contrato anterior ao novo, pagando, se necessário, nova placa de banda larga pelos tais 90€ (sendo assim roubado duas vezes, mas pronto..). A questão é que a própria TMN vende os portáteis e-escolas, fazendo contratos com os clientes, mas "jogando" para o Ministério da Educação quando as coisas não correm bem com a parte dos PC's, mas isso é história para outro tópico noutro fórum.. :roll:

A questão que coloco aqui, e que pode ser que alguém me possa elucidar, é se poderei renunciar ao contrato com base no seguinte:
- É um argumento pouco válido, mas o facto é que fiquei sem o material necessário para aceder ao serviço da TMN. A este argumento costumam-me responder que quem está a pagar um carro e é assaltado, ficando sem ele, continua a ter de o pagar.. Na verdade eu não culpo a TMN por eu ter sido assaltado, mas também não é justo para mim continuar a pagar por um serviço que não vou utilizar. Por outro lado, no caso do carro uma pessoa paga um bem físico, enquanto neste caso paga-se um serviço. Em conversa com o Call Center da TMN propus-me a renegociar o contrato com a TMN (talvez diluindo o pagamento da Pen nos 36 meses, mas são tão burocratizados que nem contemplam situações dessas, renegociações).

- É um argumento um pouco mais forte (penso eu), mas no contracto da TMN (que neste momento não consigo encontrar online, pois fiz o tal digital) lembro-me de ler que "em caso de dano ou perda, a responsabilidade é imputável ao cliente, devendo este cumprir com as obrigações do contracto", ou seja, a permanência até ao fim do período de 36 meses. Mais à frente lembro-me de ler que "em caso de roubo, o cliente se comprometerá a entregar uma certidão (em como foi furtado)..." (citações não exactas).. A questão aqui é então a seguinte:

a) O contrato refere que a responsabilidade é minha no caso de dano ou perda, mas é omisso no caso de furto (assumindo que roubo é diferente de perda, senão é o mesmo que dizer num contrato que o cliente é responsabilizado por ter sido assaltado, o que seria interessante constar num contrato..).
b) No caso de ser omisso em relação a roubos, os passos a realizar em situação de roubo não estão previstos no contrato, nomeadamente a obrigação da permanência contratual.
c) Situações não previstas em contrato, têm de ser negociadas entre as duas partes envolvidas e o contrato actualizado, ou então invalidado caso as partes não entrem em acordo.
d) Nesse caso, teria de haver uma renegociação bilateral do contrato para contemplar esta nova situação, correcto?

Portanto, à boa moda científica, onde falha este raciocínio? :roll:

Cumprimentos,
João Ventura
jventura
Novato
Novato
 
Mensagens: 5
Registado: Segunda 18-05-2009 22:40

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor Look4you em Terça 19-05-2009 1:34

Em 1º lugar lamento a perda do seu portátil com o respectivo acesso e possivelmente mais coisas que lá estariam que lhe fariam falta.

Não pertencendo eu á referida operadora nem a nenhuma delas (portanto isento), de facto a comparação deles com um carro está certa por um lado mas deturpada por outro.

Com um carro novo, se não o pagar a pronto e o comprar em leasing, a maior parte dos leasings obrigam-no a um seguro contra todos os riscos o que incluiu o de furto ou roubo, não sei porque mas aos olhos da lei são 2 coisas distintas e diferentes mas para mim acaba no mesmo (alguém foi surrupiado por outrém e fim de papo, chamem-lhe o que quiserem), em que caso uma destas situações aconteça, de facto continua a pagar o bem mas é-lhe entregue outro novo pagando você um valor de franquia e dependendo do tempo que passou poderá ter alguma desvalorização, desvalorização esse que terá você de cobrir.
Existe ainda a possibilidade de alguns leasings deixarem o cliente fazer apenas um seguro contra terceiros, onde se acontecer uma das 2 situações e a viatura não fôr recuperada (no caso de desaparecer mesmo) ou aparecer destruída, você irá pagar esse leasing até ao final e fica mesmo sem viatura, a menos que compre outra e pague 2 leasings.


Com o computador e não conhecendo eu o tipo contrato feito, no entanto a situação será a mesma exceptuando que aqui não há qualquer seguro.
Segundo sei a TMN tinha á pouco tempo um seguro para aparelhos novos (implicava num pagamento de um determinado valor) contra furtos roubos etc, não sei se é o caso, se lhe falaram disso ou não, mas possívelmente a esta hora teria o seu portátil ao abrigo desse mesmo seguro, no caso de ele existir.

No fundo a posição da TMN é semelhante á de qualquer outro operador, fornece-lhe uma 2ª via do cartão, barrando de imediato o anterior e evitando uso fraudulento que lhe sai do bolso a si, você terá de adquirir (pagando claro), uma nova pen, e pode ser que eventualmente possa negociar com eles o fornecimento de um novo portátil, não sendo obrigado a fazer mais um contrato de banda larga com mais 36 meses de fidelização.

Quanto ao contrato que tem de 36 meses, vai ter de pagar esse tempo todo de facto, utilize ou não, não há forma de resolver o contrato com essa base, haverá outras para o poder fazer, mas essa não é uma opção válida seja onde fôr.

Percebo a sua mágoa, mas esta é a realidade.
tente negociar com eles a aquisição de outro portátil sem vir com uma ligação de banda larga, pode ser que eles acedam (o que eu duvido), mas repare que eles não têm culpa de você ter sido roubado ou furtado, e por isso você não tem legitimidade para pedir que lhe anulem esse contrato.

Se eles não se mostrarem receptivos a fornecer um novo portátil sem acesso de banda larga, para que possa usar a que já tem, ou compra outro em qualquer lado que é bem mais caro e usufrui desse acesso pelo tempo restante, ou vai ficar com um acesso de banda larga que não vai usar, mas vai pagar na totalidade sem sombra de dúvidas.

Cumps
Look4you
Utilizador
Utilizador
 
Mensagens: 131
Registado: Quinta 16-11-2006 21:27

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor jventura em Terça 19-05-2009 10:35

Caro "Look4you",

muito obrigado pela sua resposta, mas a questão é que a TMN parece ser insensível a este tipo de questões, generalizando-as em termos de procedimentos e atitudes para o mesmo nível de uma simples perda ou dano de material, quando na verdade é uma coisa bastante diferente, pelo menos para o cliente.

Ora repare, da primeira vez que me desloquei pessoalmente à loja TMN do Fórum Montijo (após ter contactado o apoio a clientes), levei uma certidão onde constava que tinha sido "furtado um computador de marca Insys e uma placa de banda larga TMN". Na loja, o sujeito que se identificou como o responsável disse que teria também de constar na declaração os números de série (o qual não fui previamente esclarecido) pois "poderia estar a querer enganá-los". Fui literalmente chamado de ladrão! Disse-lhe que não estava ali para enganar ninguém, e que inclusivamente era professor e que apesar do pouco crédito que a profissão vai tendo cada vez mais, era diferente de ladrão ao qual o sujeito respondeu-me que "para mim é tudo o mesmo".. :shock:
Sinceramente considerei-me enxovalhado e só não preenchi livro de reclamações porque o situação foi tamanha que nem me ocorreu essa possibilidade, repeso estou eu..

Da segunda vez lá levei a declaração com os números de série. Se quisesse enganar a TMN bastaria ter pedido ao GNR para colocar lá uns números quaisquer, mas pronto, na primeira vez levei o recibo com os números de série, acho que era o suficiente para dar andamento ao processo. Burocracias e maus procedimentos... :|

Entretanto tenho feito vários contactos com a TMN sempre com o objectivo de resolver a situação da melhor forma para os dois. Compreendo que a TMN não tem culpa do assalto, mas também eu não tenho, por isso esperava uma atitude mais compreensiva e saudável por parte da operadora (e dos seus colaboradores que dão a cara pela empresa) em relação a este tipo de situações delicadas.
Por várias vezes sugeri renegociações equilibradas para ambos, como por exemplo o corte de X% no preço da nova placa da banda larga, a diluição do preço da placa nas mensalidades durante o tempo de permanência, ou seja, qualquer coisa mínima mas que desse para ver a compreensão e boa vontade da operadora perante este tipo de situações. O que acontece sinceramente é que me sinto "roubado" duas vezes, pelos ladrões e agora pela operadora.. Simplesmente cá em baixo somos quantias e números e não pessoas.. :|

Por outro lado, a história do portátil tem sido outra tourada! Cheguei a pedir para refazer novo contracto e-escolas pagando os 150€ novamente, os 90€ da placa de banda larga se necessário, e anexar o contrato anterior ao novo contrato que resultaria, sempre com intenção de cumprir com as minhas obrigações contratuais e necessidade do material, nunca tentando descartar-me disso.. No entanto a TMN empurra para o Ministério da Educação, o Ministério empurra para subdepartamentos, ou seja, nada funciona bem. Eu interpreto isto como má vontade da operadora, pois assinei contrato directamente com eles e paguei 150€, e gostaria da situação resolvida directamente por eles e com eles. Ou seja, quando foi para receber os 150€ era com eles, para reclamar do PC é com o MinEdu.. :x

No meio disto tudo, eu fico com a sensação que estou a ser comido por parvo, porque pareço ser o único com boa-vontade no meio deste processo. Eu é que sugiro renegociações, diluições das quantias nas mensalidades, etc, ou seja, eu é que fora da empresa tenho de estar a dar sugestões de como eles deveriam proceder perante este tipo de situações. Esperava outro tipo de atitude, personalizada e diferenciada, mas o que recebo é o tratamento padrão, bastante mau por sinal, daí o meu interesse em partir para a rescisão amigável do contrato. Ou seja, vou ser um daqueles clientes insatisfeitos, neste caso insatisfeito com a atitude empresarial destes sujeitos.. :shock:

Cumprimentos,
João Ventura
jventura
Novato
Novato
 
Mensagens: 5
Registado: Segunda 18-05-2009 22:40

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor Look4you em Terça 19-05-2009 13:12

O Ministério da Educação esqueça mesmo, esse não lhe atribui nenhum portátil, seja de que forma fôr.

Quem o poderia fazer e mostrar boa vontade, além de deixar o cliente contente que por sinal poderia eventualmente vir a ser um bom cliente, seria a TMN, mas esta não querendo saber da coisa, difícilmente conseguirá outro portátil, a não ser que o compre cá por fora, faça outro contrato e pague 2 ligações de banda larga, ou em última análise tivesse a felicidade de conhecer alguém na marca do portátil que lhe facilitasse o acesso a um portátil novo a esse preço.
Repare que eles fizeram um contrato e venderam-lhe os bens, que lhe foram entregues em sua casa, logo não são obrigados a substitui-los porque houve um furto, e infelizmente situações dessas acontecem ás dezenas ou centenas diáriamente.

Quanto ao empregado da loja, fez bem em reclamar, e penso que o tenha feito no sentido da falta de postura do referido empregado, este tem de lhe responder convenientemente evitando atritos com os clientes e sendo educado, coisa que não me pareceu que fosse lá muito.

Quanto ao rescindir o contrato amigávelmente, não se esqueça que terá de pagar todas as mensalidades vincendas até ao final dos 36 meses de uma só vez, ou talvez seja possível eles efectuarem 3 ou 4 facturas para não ser uma tão pesada, com a consequente penalização de que não irá usar esse serviço apesar de o ter pago.

Grupo PT é no que dá, não quero dizer com isto que com a vodafone ou com a optimus fosse melhor, possívelmente teria sido igual e estaria com o mesmo dilema.

Estamos num país que infelizmente está literalmente a saque, por parte do governo, empresas em que o governo é accionista, e pelos grandes grupos económicos privados, atropelando-se tudo e todos para atingir os objectivos pretendidos.
Continuando assim, julgo que pouco mais restará aos portugueses que das duas uma, ou saímos do país de uma vez por todas para não sermos espoliados a torto e a direito, ou teremos de fazer uma revolução e matar toda esta cambada.
A nova geração de políticos tem-se estado a ver que têm uma tendência muito grande para ditadores, o que pode perfilar algo gravíssimo a médio longo prazo.

Espero que consiga com alguma insistência resolver o seu problema, experimente ir a Lisboa mesmo á TMN, falando com quem de direito directamente e não com empregados de call center ou nas lojas da TMN (agentes para todos os efeitos, os quais não querem saber de nada mesmo, porque a TMN assim manda), se não conseguir tente então rersolver o contrato com eles da melhor forma para ambas as partes (principalmente para si).

Cumps
Look4you
Utilizador
Utilizador
 
Mensagens: 131
Registado: Quinta 16-11-2006 21:27

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor jventura em Terça 19-05-2009 19:08

jventura
Novato
Novato
 
Mensagens: 5
Registado: Segunda 18-05-2009 22:40

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor Look4you em Terça 19-05-2009 23:51

Isso do e.escolas e e.escolinhas foi um negócio da china.

1º A J.P. Sá Coutro o fabricante dos magalhães devia (segundo consta) uma pipa de massa ás finanças e estava práticamente á beira do colapso. Possívelmente o dono seria um amigalhaço do nosso 1º ministro ou de outro qualquer, de forma que a coisa foi arranjada como de costume.
2º É como diz, as operadoras aumentaram em muito os contratos e as fidelizações, e claro que a TMN sai a ganhar no meio da coisa ou não pertencesse ela ao Grupo PT. Pena é que não tenham substituído tudo aquilo que é obsoleto (é quase tudo), e tenham prejudicado os clientes já existentes com a falta de largura de banda, que de banda meio larga que já era, passou em certos casos a ser pior que banda estreita.
O que interessa são os contratos com o engodo dos portáteis a 150 erozes, agora se a rede funciona, isso é um mal menor, os contratos já lá cantam e o resto é conversa, e curioso que as pessoas não se informam primeiro sobre as condições da rede, e depois vemo-los a lamentarem-se da sorte deles, no meu caso tive sorte que já estava fora do período de fidelização quando começou o e.ecolas e e.escolinhas e fui tendo alguma paciência até achar que já chegava de conversa da treta, conversa essa que já tinha visto na Netcabo durante 2 anos e era cliente á 14 quando desisti.

Mas já agora que vai ter de pagar o contrato e ter de comprar na mesma um portátil, use o acesso pelo menos durante os 36 meses, e depois mande-os dar uma curva.
Pelo que ouvi dizer e não sei se é válido para estes tarifários do e.professor, se estiver 24 horas seguidas sem acesso á internet por culpa do operador, pode cancelar o contrato com justa causa, mas atenção que isto ouvi dizer e pode não corresponder bem á realidade, uma vez que o ouvi dizer todos sabemos como funciona (afinal não era bem assim).

Cumps
Look4you
Utilizador
Utilizador
 
Mensagens: 131
Registado: Quinta 16-11-2006 21:27

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor mesmer em Quinta 21-05-2009 5:09

A TMN nestes casos creio que apenas pode fornecer nova placa de banda larga com 2ª via do cartão. Tenta fazer nova adesão ao programa com um novo portátil (sem pagar a placa nem pedir 2ª via do cartão do cartão roubado), anulando a fidelização desse cartão furtado.

O melhor será dirigires-te a uma loja ou agente e enviar um fax a explicar isso mesmo. O fax é analisado e verificar-se-á a possibilidade de isso acontecer e/ou outra alternativa quando te contactarem.

Claro que não há nenhuma garantia que eles deixem fazer isso. E de qualquer forma terias de aguardar 2 meses para ter o portátil e a placa nova... Mas tenta pelo menos.

Caso te neguem isso, azarito. Mas acho que uma placa também não custa 90€! Tens é sempre de comprar novo portátil...
Great minds discuss ideas. Average minds discuss events. Small minds discuss people.
mesmer
Utilizador
Utilizador
 
Mensagens: 919
Registado: Sexta 26-11-2004 13:48
Localização: Lisboa/Leiria
ISP: kanguru

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor userN em Quinta 21-05-2009 8:49

não podes fazer nada...

foi como já foi dito, se tiveres comprado um carro a credito de 120 meses, e o estampares ou to furtarem ao 2º mês e se não tiveres seguro contra todos os riscos terás de pagar o carro todo.

lamento a situação, mas se a tmn não tem vontade em ajudar-te, não a podes obrigar a nada nem a rescindir com justa causa.

em último caso e para ao menos aproveitares a banda larga, procura nos classificados uma placa de banda larga tmn e usa-a com uma 2ª via do cartão...
ex-sapo adsl 512kbps - (2002/10 a 2003/11)
ex-netcabo 256kbps - (2005/04 a 2005/10)
ex-oniduo 512kbps - (2003/11 a 2007/02)
ex-pluricanal 3mb - (2007/02 a 2010/12)
Avatar do utilizador
userN
Utilizador
Utilizador
 
Mensagens: 844
Registado: Domingo 27-08-2006 12:07
Localização: 3060
ISP: netcabo

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor jventura em Quinta 21-05-2009 10:36

jventura
Novato
Novato
 
Mensagens: 5
Registado: Segunda 18-05-2009 22:40

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor Look4you em Quinta 21-05-2009 20:22

João Ventura, não queiras ir por aí que não vai dar em nada, há um post no fórum de um cliente contra a PT que perdeu o caso, embora por motivos diferentes mas tinha alguma substância, substância essa que como é lógico não foi aceite.
Vais perder tempo e dinheiro se enveredares por esse caminho, e no final ainda és tu o ladrão aos olhos da lei, isto mesmo que a internet deles ande a 5 kb em vez de a 3 Mb.

A placa o mesmer deu uma boa ideia, a de tentares comprar uma em 2ª mão e o cartão pedes a 2ª via, o portátil é que vais ter de escolher, ou compras um novo se o e.professor e é mais caro, ou então mandas vir outro e vais pagar 2 acessos que a meu ver é mal pensado e ainda por cima com 36 meses de fidelização.

Tenta antes falar com o fabricante do portátil, expôr o teu caso, não te esqueças de levar a papelada do portátil, porque vai servir para na base de dados do representante este ficar assinalado como sendo furtado, e se aparecer nalguma loja do representante para reparação, este fica logo apreendido, eles telefonam ao cliente para ele ir á loja e vai lá ter o comité de recepção (polícia) á espera dele para ele explicar onde adquiriu o portátil e fica de imediato dado como receptador de coisas furtadas, o que é mau e mancha o cadastro.
Pode eventualmente até o próprio fabricante fazer-te um preço especial para adquirires um novo, ás vezes estes são mais sensíveis do que quem deveria sê-lo (TMN).

A TMN se quisesse saber também onde parava o portátil (pelo menos a área), poderia fazê-lo através da monitorização do cartão caso este se ligasse e se não o desactivasse, agora se seria possível verificar qual a localização exacta não sei mas julgo que sim, talvez não a TMN mas a polícia judiciária, mas isso não tem interesse para eles, é dinheiro mal gasto, foi mais bem gasto o dinheiro gasto com os ingleses e a menina desaparecida no Algarve, que depois não deu em nada e foi o aparato que foi.

Cumps
Look4you
Utilizador
Utilizador
 
Mensagens: 131
Registado: Quinta 16-11-2006 21:27

E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor cynthia em Quarta 27-05-2009 12:23

Envie a sua reclamação por e-mail para o endereço [email protected]
cynthia
Novato
Novato
 
Mensagens: 2
Registado: Quinta 19-02-2009 12:37

Re: E-Professores Furtado - Rescisão Contractual

Mensagempor Look4you em Quarta 27-05-2009 20:51

Look4you
Utilizador
Utilizador
 
Mensagens: 131
Registado: Quinta 16-11-2006 21:27


Voltar para Internet Móvel - TMN

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 5 visitantes

cron